Notícias

08 de Julho de 2019

Sicredi UniEstados promove capacitação de gestores educacionais que atuam com o Programa A União Faz a Vida

Secretários de educação, coordenadores pedagógicos e diretores de escolas que trabalham com o Programa A União Faz a Vida (PUFV) estiveram reunidos nesta sexta-feira, 5, durante todo o dia, no Seminário Nossa Senhora de Fátima para uma capacitação na área de liderança e gestão de conflitos. As atividades foram desenvolvidas pela psicóloga Francele Concatto Machado.

Estes profissionais compõem o chamado “Trio Gestor” do PUFV, que é desenvolvido pela Sicredi UniEstados em escolas de 10 municípios da sua área de atuação. O objetivo deste encontro é de fortalecer a relação dos gestores escolares com a metodologia pedagógica do Programa A União Faz a Vida, oferecendo suporte nas atividades escolares, gestão de equipe, relações interpessoais, articulação comunidade de aprendizagem e mobilização social.

A abertura do evento contou com a participação do presidente da Sicredi UniEstados, Adelar Parmeggiani, que destacou que o Programa A União Faz a Vida reforça a relação entre a cooperativa e a sociedade onde está inserida, alinhado ao princípio estratégico de apoiar o desenvolvimento dos associados e das comunidades onde atua. Além disso, segundo ele, os projetos realizados a partir do PUFV possuem o objetivo comum de transformar a realidade através da educação, incentivar a cooperação e o exercício da cidadania.

 

LIDERANÇA E GESTÃO DE CONFLITOS

Os temas trabalhados durante todo o dia pela assessora do Programa A União Faz a Vida da Sicredi UniEstados, Francele Concatto Machado, estavam relacionados à questão da liderança e como lidar com os conflitos, sejam eles positivos ou negativos. Foram abordados temas como inteligência emocional e comunicação, realizadas vivências práticas para que os participantes pudessem experimentar sensações do que é esse trabalho. Foi oportunizado cada um explorar um pouco mais o seu mundo e foi conhecido um pouco da realidade de cada município, onde cada um pôde fazer uma reflexão sobre suas equipes, quem são e como são elas. A proposta também estava voltada para como cada líder pode se tornar um gestor melhor, mais equilibrado emocionalmente e preparado para lidar com todas as dificuldades inerentes à função.

O dia foi de vivências práticas e experimentações, especialmente quanto a valores, princípios e a forma como se lida com todas as dificuldades que surgem a todo o momento. Segundo Francele, esse primeiro módulo foi de sensibilização. Na próxima sexta-feira, dia 12, o grupo se reúne novamente, aprofundando ainda mais o tema trabalhado neste primeiro módulo.